Mais lidas

    Londrina

    Londrina

    TRF mantém ordem de desocupação em residencial em Londrina

    Residências foram ocupadas há quase um mês. (Foto: Reprodução - Alberto D'Angele/RPC)
    Foto por Reprodução
    Escrito por Da redação
    Publicado em 25.10.2016, 10:26:00 Editado em 25.10.2016, 10:34:44
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    O Tribunal Regional Federal (TRF) de Porto Alegre, Rio Grande do Sul (RS) rejeitou o pedido de suspensão sobre a ordem de desocupação do Conjunto Habitacional Flores do Campo, - projeto habitacional Minha Casa, Minha Vida -, na zona norte de Londrina, Paraná (PR).

    O empreendimento iniciado em agosto 2013 seria entregue inicialmente em 18 meses. No entanto, por conta da demora dos repasses do Governo Federal, as obras estão atrasadas, sem asfalto, água e luz.

    Desde o dia 1º de outubro deste ano algumas famílias ocuparam as casas e se negam a deixá-las. A Defensoria Pública da União alega que os idosos e crianças devem ser preservados e por isso seria necessário um prazo maior para desocupação.

    Um recurso com base nessas justificativas foi apresentado ao TRF que encaminhou o pedido ao Ministério Público Federal (MPF). O órgão não aceitou e manteve a ordem de desocupação com afirmando que as famílias que estão no local têm a intenção de se favorecerem no processo de seleção dos beneficiários. O MPF acrescentou ainda que a postura pode violar os direitos dos candidatos que obedeceram até agora as normas legais do programa.

    Diante da recusa, o desembargador federal Luís Alberto D’Azevedo Aurvalle, do TRF, manteve a ordem de reintegração de posse. O prazo de desocupação terminou na segunda-feira (24). Ficou definido ainda que as famílias que não deixarem as casas poderão ser multadas em R$500,00 por dia.

    (Com informações - G1)

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Londrina

    Deixe seu comentário sobre: "TRF mantém ordem de desocupação em residencial em Londrina"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.