Londrina

Em Londrina, estudantes se revoltam com fala de promotor sobre ocupações

Da Redação ·
Aundiência pública na Câmara de Vereadores de Londrina: justificativas para as ocupações foram reiteradas por estudantes - Foto: Gustavo Carneiro/Grupo Folha
Aundiência pública na Câmara de Vereadores de Londrina: justificativas para as ocupações foram reiteradas por estudantes - Foto: Gustavo Carneiro/Grupo Folha

Estudantes, pais, representantes do Conselho Tutelar, da Defensoria Pública, do Centro de Direitos Humanos, da Câmara de Vereadores, do Ministério Público, do Conselho Municipal da Juventude e do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente participaram na tarde de sexta-feira (21) de uma audiência pública na Câmara de Vereadores de Londrina (norte do Paraná). 

continua após publicidade

Os alunos reiteraram as justificativas para as ocupações, iniciadas no dia 3 de outubro no Paraná. Os ânimos ficaram exaltados após pronunciamento do promotor de Justiça, Marcelo Briso Machado, que atua na Vara da Infância e Juventude de Londrina. 

Machado se apresentou como promotor público "dos menores infratores" e não utilizou o termo "adolescentes em conflito com a lei", o que provocou revolta de parte das pessoas que acompanhava a audiência pública no plenário. 

continua após publicidade

As informações são do portal Bonde