Homem respira na preparação para velório e é levado de volta ao hospital - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Londrina

Homem respira na preparação para velório e é levado de volta ao hospital

Paciente dado como morto por hospital em Londrina apresentou sinais vitais - Foto: www.hdaf.pr.gov.br
Foto por
Escrito por DA REDAÇÃO
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Um fato ocorrido em Londrina (norte do Paraná) ganhou destaque nos meios de comunicação na sexta-feira (23). Um homem de 68 anos, dado como morto pelo Hospital Dr. Anísio Figueiredo, na zona norte da cidade, voltou a respirar enquanto o corpo era preparado para o velório. Conforme a Administração de Cemitérios e Serviços Funerários (Acesf), a morte foi "constatada" pelo hospital, mas após algumas horas a preparadora de cadáver da autarquia notou que ele respirava.

Na Acesf, a família reconheceu o corpo e entregou a documentação necessária para o velório e enterro,além de chegar até a escolher o caixão. Mas depois a servidora que prepara os cadáveres começou a cortar a barba do homem eoi nesse momento que a funcionária percebeu que o abdômen dele estava mexendo.

A servidora notou o movimento por repetidas vezes, e como isso indica possíveis sinais vitais, o Serviço de Atendimento Médico de Urgência [Samu] foi chamado e realizou alguns procedimentos. Após a constatação de que ele estava vivo, o Samu o levou para outro hospital (Santa Casa).

O homem foi levado à Santa Casa de Londrina. Na sexta-feira (23), o hospital informou que o ‘paciente da Acesf' está em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva. Conforme a instituição, o paciente está inconsciente, respirando por aparelhos. 

Hipotérmico, ele é mantido aquecido com uma manta térmica e soro fisiológico aquecido, conforme fontes da Santa Casa. A família ficou indignadas com o fato e registrou um Boletim de Ocorrência na Delegacia de Homicídios contra o hospital da zona norte. 

DUAS POSSIBILIDADES
De acordo com a Acesf, para a situação ter acontecido há duas possibilidades. A primeira é o paciente ter histórico de catalepsia, que é um distúrbio do sono - a pessoa entra em sono profundo sem movimentos e com batimentos cardíacos e respiração praticamente imperceptíveis -; e a segunda possibilidade é a ocorrência da Síndrome de Lázaro. 

Essa síndrome se manifesta em pacientes que após a realização de diversas tentativas de reanimação o coração para de bater. Horas depois, por um motivo ainda desconhecido, o coração volta a bater. A Acesf acredita que tenha ocorrido essa síndrome. E se foi isso que aconteceu, será uma situação extremamente rara, pois apenas 35 casos dessa natureza foram constatados no mundo.

Com informações do G1

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Homem respira na preparação para velório e é levado de volta ao hospital"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Todos os candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.

Mais Notícias