Rapaz que arrancou olho da mãe durante surto deve receber implante no cérebro - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Londrina

Rapaz que arrancou olho da mãe durante surto deve receber implante no cérebro

Foto: brasilindomavel.com.br/imagem ilustrativa
Foto por
Escrito por DA REDAÇÃO
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Um rapaz de 21 anos, residente em Londrina, que arrancou o olho direito da própria mãe durante um surto de esquizofrenia em 2013 deve receber um implante de eletrodos cerebrais na região do hipotálamo para conter a agressividade e as convulsões decorrentes da epilepsia.  

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) confirmou liminar no final de agosto determinando que o Sistema Único de Saúde (SUS) custeie o procedimento, já que essa é a única alternativa para tentar reinserir ele no ambiente familiar, conforme avaliação da equipe médica que o acompanha. 

Depois do surto, o jovem foi internado em uma clínica psiquiátrica. Conforme os autos, os remédios não fazem mais efeito, sendo necessária intervenção cirúrgica, inclusive para evitar a morte dele. 

Os eletrodos e um gerador são implantados na região do hipotálamo, provocando uma estimulação profunda do cérebro que pode reduzir a frequência de convulsões em epiléticos. Há a suspeita de que a agressividade seja decorrente de danos provocados pelas crises. 

A mãe do jovem entrou com o processo contra a União, o Estado do Paraná e a prefeitura de Londrina requerendo que o SUS providenciasse o procedimento.

As informações são do portal Bonde

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Rapaz que arrancou olho da mãe durante surto deve receber implante no cérebro"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Mais Notícias