Prefeito de Londrina (PR) entra na febre Pokémon Go - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Londrina

O prefeito de Londrina usa o nick Kireeffmayor. Foto: Reprodução/Facebook
Foto por
Escrito por da redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

O prefeito de Londrina, no Paraná, Alexandre Kireeff, também aderiu a febre do Pokémon Go. Em seu Facebook, ele postou uma imagem do primeiro bichinho virtual capturado no game que tornou-se mania mundial.  

Na descrição da imagem  ele disse, de maneira bem humorada, "podem me chamar também pelo nick Kireeffmayor, ok? rs".  

Muitas pessoas que acompanham o prefeito na rede social curtiram a brincadeira. No entanto, um internauta aproveitou a oportunidade para criticar Kireeff em relação às obras de pavimentação asfáltica de seu bairro.  

"Sim senhor Kireffmaior.... vou por ums pokemons em umas ruas aki no final do jd Avelino Vieira e proximidades, que estão intransitaveis... e ai quem saiba o senhor destine uma equipe para ca!! Ok?? #pokemonnãotapaburaco", escreveu. 

O prefeito chamou o internauta de "mal humorado" e explicou que as obras estão atrasadas por conta das chuvas que atingiram a região em janeiro deste ano.

Aplicativo
O aplicativo é derivado de um jogo criado nos anos 90 para o Nintendo Game Boy, um videogame portátil. No entanto, o Pokémon só criou uma imensa base de fãs quando um desenho animado dos monstrinhos começou a ser transmitido no Brasil. Após alguns anos adormecido, o fanatismo por Pokémon retomou através do novo jogo para celulares, inclusive arrebatando adolescentes que não eram nem nascidos na primeira ‘onda’ de sucesso. O Pokémon Go utiliza uma tecnologia chamada de ‘realidade aumentada’.

Através do GPS do smartphone, o jogador anda pelo mundo real ‘caçando’ pequenos monstros virtuais, que aparecem na tela do aparelho. É possível enxergar, através da câmera do celular, os bichinhos nas ruas, avenidas, praças e até mesmo dentro das casas. 

Treinamento para batalhas
"Os jogadores capturam os pokémons com o objetivo de treiná-los e colocá-los em batalhas contra os monstrinhos de outras pessoas. Essas batalhas acontecem em locais públicos pré-determinados, os chamados ‘Ginásios Pokémon’.  Em Apucarana, no Paraná, as praças Rui Barbosa e Manoel Ribas, além de outros pontos como o Shopping CentroNorte e o Lagoão, são "ginásios de batalhas".O Pokémon Go pode ser baixado nas lojas oficiais de aplicativos dos smartphones. O jogo é gratuito, mas oferece microtransações para quem quer evoluir mais rápido no game.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Prefeito de Londrina (PR) entra na febre Pokémon Go"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Mais Notícias