Londrina

​Denarc apreende 216 quilos de maconha em Londrina (PR)

Da Redação ·
Entorpecente escondido na carroceria do veículo - Foto: Denarc/Londrina
Entorpecente escondido na carroceria do veículo - Foto: Denarc/Londrina

Mais de 200 quilos de maconha foram apreendidos na noite de terça-fera (26), em Londrina, no Paraná. Após 40 dias de investigação policiais receberem a informação de que uma grande quantidade de droga seria levada para uma residência no Jardim Planalto, região norte de Londrina, e ficaram de campana no endereço.

continua após publicidade

Três suspeitos que estavam em uma Mitsubishi L200 preta, com placas de Marechal Candido Rondon, chegaram ao local. A polícia efetuou a abordagem e encontrou o entorpecente escondido na carroceria do veículo.

Durante a vistoria na residência de um dos criminosos, foi apreendida uma pistola 9 mm, escondida na bolsa da esposa de um suspeitos, que foi presa por porte ilegal de arma de fogo.Os quatro suspeitos estão presos e permanecem à disposição da Justiça.

continua após publicidade

APREENSÃO – Em outra ação recente conduzida pela Denarc, desta vez em parceria com a Polícia Civil de São Paulo, foram apreendidos, na praça de pedágio próximo a cidade de Presidente Bernardes em São Paulo, 26 quilos de crack e cocaína.As investigações apontavam que um suspeito estaria transportando drogas do Mato Grosso do Sul até Presidente Prudente, em São Paulo. 

Durante a abordagem, a polícia encontrou o entorpecente escondido dentro de um botijão de gás. Na cabine da carreta também foram encontrados R$ 26 mil, que seria o pagamento feito para o motorista realizar o transporte da droga.Após a abordagem, quando a carreta estava sendo conduzida até a delegacia, o motorista jogou o veículo em um barranco, causando um grave acidente que destruiu a carreta. 

No momento do acidente estavam na carreta o motorista e dois policias. Ninguém ficou ferido.O motorista, de 59 anos, foi preso por tráfico de drogas qualificado, por atravessar estados, e tentativa de homicídio já agravada por atentar contra a vida de policiais. Ele já tinha indicativo criminal por tráfico, estupro e roubo. Ele foi encaminhado para a delegacia de Presidente Bernardes, em São Paulo.