Londrina

Prefeitos pedem inclusão da região de Londrina na Ferrovia Norte-Sul

Da Redação ·
Solicitação será feita ao ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues, na próxima sexta-feira (21) -  Foto: Luiz Jacobs
Solicitação será feita ao ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues, na próxima sexta-feira (21) - Foto: Luiz Jacobs

O prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff, acompanhado de outros prefeitos que integram a Associação dos Municípios do Médio Paranapanema (Amepar), irá se reunir, nesta sexta-feira (21), com o ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues, em Curitiba. O grupo vai reivindicar a inclusão de municípios da região metropolitana de Londrina na rota da Ferrovia Norte-Sul, conectando-os com as regiões noroeste, centro-oeste e sudoeste do Paraná. Com isso, haveria um grande eixo de ligação da grande produção agropecuária do estado com o restante do País.

Para Kireeff, a ferrovia Norte-Sul representa um grande diferencial competitivo, pois trata-se de uma infraestrutura que pode ser determinante no futuro do desenvolvimento da região. “O entendimento entre os representantes do norte do estado é de que essa ferrovia não pode deixar de passar pela nossa região. Quanto mais caro for o frete, menos empresas estarão dispostas a investir e se instalar por aqui”, pontuou. 

“Fazemos questão absoluta de participar deste que certamente será um eixo de desenvolvimento humano e econômico em médio a longo prazo”, complementou. Ainda segundo o prefeito de Londrina, um dos argumentos a serem utilizados na reunião com o ministro é que o norte do Paraná é uma região extremamente produtiva e com representatividade relevante no cenário nacional.

“Temos levantamentos econômicos da nossa produção, do impacto que a não inclusão da nossa região irá causar à população, e também da nossa representatividade do Produto Interno Bruto (PIB) ”, disse. O projeto – Em 2013, houve uma modificação no traçado da ferrovia, que não incorporou a região de Londrina. Atualmente, a previsão é de que a Ferrovia Norte-Sul viria do Estado de São Paulo passando por Mato Grosso do Sul e entrando no Paraná por Guaíra e Cascavel.  

continua após publicidade