Mais um auditor fiscal é preso em Londrina - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Londrina

Mais um auditor fiscal é preso em Londrina pelo Gaeco -
Foto por
Escrito por BONDE
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) prendeu mais um auditor fiscal da Receita Estadual na manhã desta sexta-feira (27).

O delegado do Gaeco Alan Flore informou que o servidor público foi localizado em seu apartamento na Gleba Palhano, zona sul de Londrina.

A prisão, conforme o delegado, é um desdobramento da Operação Publicano que investiga casos de corrupção, sonegação fiscal, enriquecimento ilícito e outros crimes na Receita Estadual. “Novos indícios surgiram no decorrer do inquérito, por isso a necessidade de novas prisões”, explicou Alan Flore.

O auditor, identificado como Ricardo de Freitas, já foi encaminhado à sede do Gaeco e deve ser transferido posteriormente para uma unidade prisional da cidade. Os policiais apreenderam também documentos e cerca de R$ 15 mil em espécie no apartamento do servidor.

O Gaeco tenta cumprir pelo menos mais dois mandados de prisão nesta manhã. O auditor Miguel Arcanjo Dias e um contador - que não teve o nome informado - já são considerados foragidos, segundo a rádio CBN Londrina.


Fonte:Bonde

Mais um auditor fiscal é preso em Londrina pelo Gaeco -
Foto por
Mais de 40 auditores fiscais do Paraná são presos sob suspeita de corrupção - Foto: Divulgação
Foto por
Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Mais um auditor fiscal é preso em Londrina"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Todos os candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.

Mais Notícias