Imagens

Homem come alimento doado em Apucarana: retrato da exclusão

Da Redação ·
Ele se chama Ernesto e é mais um anônimo no exército de excluídos que vive hoje no Brasil
fonte: N.D.
Ele se chama Ernesto e é mais um anônimo no exército de excluídos que vive hoje no Brasil

Uma cena comum na maioria das cidades do Brasil. No domingo, segundo dia de 2011, um homem sereno, educado ao falar e de olhar longíquo para no centro de Apucarana para comer alimentos doados.

continua após publicidade

Ele se chama Ernesto e é mais um anônimo no exército de excluídos que vive hoje no Brasil.

continua após publicidade

Se não bastasse o sofrimento sórdido da exclusão, Ernesto ainda revelou que teve quatro sacolas com alimentos doados roubadas por moradores de rua na virada do ano.

Mais uma cena do cotidiano que nunca é mostrada em comerciais de margarina ou cigarros. Aperte o passo, a vida segue...