Facebook Img Logo
  1. Edhucca Banner
Mais lidas
Geral

Júri condena a 100 anos acusado por estupro no Piauí

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Acusado de ser o mentor do estupro coletivo de quatro adolescentes em Castelo do Piauí (PI), Adão José Sousa da Silva, 43, foi condenado a 100 anos e 8 meses de prisão em regime fechado, em julgamento concluído na madrugada de quarta (28).

Três vítimas foram ouvidas. A quarta jovem estuprada, de 17 anos, morreu em decorrência do crime.

Pela legislação brasileira, no entanto, o cumprimento máximo de pena não pode ultrapassar 30 anos.

O crime ocorreu em maio de 2015, quando quatro amigas tiravam fotos no Morro do Garroto e foram atacadas por Adão e quatro adolescentes, segundo a acusação.

O júri popular (com cinco mulheres e dois homens) entendeu que Adão participou do crime e comandou o grupo de quatro adolescentes para estuprar, agredir, torturar e tentar matar as garotas.

Adão já estava detido na Casa de Detenção Provisória de Altos, região metropolitana de Teresina. Ele negou a participação no crime e disse que não estava na cidade na ocasião. A defesa dele afirmou que vai recorrer.

Os quatro adolescentes acusados do crime estão apreendidos na Unidade de Internamento em Teresina. Eles foram condenados a três anos de internação.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber