Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Geral

Itália tem idade diferente para votar para deputado e senador

.

DIOGO BERCITO

MADRI, ESPANHA (FOLHAPRESS) - O sistema eleitoral italiano distingue entre a idade mínima de voto para a Câmara dos Deputados e para o Senado, algo que milhares de brasileiros com a cidadania do país terão que levar em conta quando enviarem as suas cédulas pelo correio nos próximos dias.

Todos os italianos podem votar para deputado a partir dos 18 anos. Os candidatos à Câmara, por sua vez, precisam ter no mínimo 25 anos.

No caso do Senado, porém, os eleitores precisam ter ao menos 25 anos e só pode se candidatar quem tem 40 ou mais. Os mandatos no Congresso são de cinco anos.

As eleições legislativas italianas serão realizadas em 4 de março, decidindo o governo da quarta maior economia europeia. Há cerca de 400 mil italianos no Brasil, entre eles os brasileiros com a cidadania. Desses, calcula-se que 350 mil podem votar -sua participação, no entanto, não é obrigatória.

As cédulas foram enviadas por correio e já devem ter chegado aos eleitores. É preciso devolvê-las ao consulado até as 16h de 1° de março, e a recomendação é enviá-las assim que possível.

A Câmara italiana tem 630 deputados, dos quais quatro necessariamente representam a América do Sul. Dos 315 senadores, dois vêm dessa região.

Isso não significa, no entanto, que esses legisladores vão atuar apenas sobre temas ligados a seus eleitores. Seu voto tem o mesmo peso de um deputado escolhido em território italiano, e eles participarão das decisões de assuntos fundamentais ao país como economia e migração.

Apesar disso, eleitores devem levar em conta as questões locais na hora de escolher seus representantes, e uma das áreas em que há mais interesse da comunidade é a aceleração do reconhecimento da cidadania italiana.

O processo hoje leva anos, devido a entraves burocráticos, frustrando descendentes. Alguns deles viajam à Itália para escapar das filas brasileiras.

Dos quase 90 candidatos na América do Sul, ao menos 16 nasceram no Brasil e têm a cidadania. Há também diversos políticos italianos residentes em território brasileiro, assim como nos demais países da região.

COMO VOTAR?

Brasileiros com a cidadania italiana podem votar por correio; o voto é feito para a circunscrição da América do Sul, que os legisladores representarão.

1- Os eleitores receberam as cédulas no endereço cadastrado no consulado

2 - Há duas cédulas: uma para a Câmara e a outra para o Senado

3 - É preciso escolher entre candidatos na circunscrição da América do Sul

4 - O eleitor tem de marcar um X ao lado de um partido ou de uma lista eleitoral

5 - É possível escrever também o sobrenome do candidato

6 - As cédulas são colocadas no envelope menor, que é por sua vez inserido no maior

7 - Os papéis devem chegar por correio ao consulado até 1° de março às 16h

8 - As instruções detalhadas estão incluídas no material recebido pelo eleitor

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber