Facebook Img Logo
Mais lidas
Geral

Acusado de assédio, fotógrafo brasileiro se diz vítima de 'caça às bruxas'

.

PEDRO DINIZ

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Denunciado em matéria publicada pela equipe de jornalismo investigativo do jornal "Boston Globe" na última sexta (16), o fotógrafo brasileiro André Passos alegou ser inocente da acusação de que teria assediado uma jovem modelo há cerca de 20 anos. 

Procurado pela Folha de S.Paulo para comentar o caso, Passos diz nunca ter assediado modelos, mas que "a discussão é válida e importante para apontar os verdadeiros culpados de tudo isso [abusos], que são os pais e os agentes que permitem meninas de 15 anos trabalhar fora do país".

Passos e cerca de 20 outros profissionais da indústria da moda, incluindo o lendário fotógrafo francês Patrick Demarchelier, foram acusados de má conduta sexual por mais de 50 modelos. Os comportamentos iam de toques impróprios a agressões.

O brasileiro foi denunciado por assediar uma adolescente durante uma sessão de fotos. Em resposta ao "Boston Globe", ele disse ter sido inocentado em um processo de abuso há cerca de 20 anos.

Assim como ao "Globe", ele não quis falar à reportagem em qual corte seu caso foi julgado e nem o nome da modelo envolvida. "O que vocês [jornalistas] estão fazendo é uma caça às bruxas. Quero ser respeitado".

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber