Facebook Img Logo
Mais lidas
Geral

Ministério Público vai investigar viagens internacionais de Crivella

.

CRISTINA CAMARGO

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Ministério Público abriu nesta sexta (16) um inquérito civil para investigar supostas irregularidades nas viagens internacionais recentes realizadas pelo prefeito do Rio de Janeiro Marcelo Crivella (PRB). A instauração foi feita por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva da Cidadania da Capital. Será apurado se as viagens foram pagas com recursos municipais e dissociadas do interesse público.

Crivella  está na Europa desde o último domingo (11) para "identificar novas tecnologias para o setor de segurança da cidade", segundo informações de sua assessoria de imprensa. A viagem custou cerca de R$ 130 mil aos cofres municipais.

Ele não estava no Rio durante o Carnaval, quando a cidade viveu uma onda de violência, e viu de longe as consequências de um temporal que deixou quatro pessoas mortas, prédios interditados, várias regiões sem energia elétrica e problemas no transporte. O caos provocou protestos de moradores em vários bairros.

Por meio de uma publicação em rede social, o prefeito disse estar "acompanhando a situação".

Também do exterior, agradeceu ao governo federal pela decisão de intervir na segurança do Estado, anunciada pelo presidente Michel Temer nesta sexta. Ele deve retornar ao Rio neste fim de semana.

O Ministério Público quer esclarecer o custo de cada viagem internacional já realizada pelo prefeito, com encaminhamento de planilha das passagens aéreas e diárias, além da justificativa oficial para cada deslocamento feito por Crivella.

Também quer saber se o prefeito viajou acompanhado de comitiva oficial, quem são as pessoas que o acompanharam e quais cargos ocupam. À Câmara Municipal, a Promotoria solicitou o encaminhamento de cópias dos relatórios sobre os resultados das viagens internacionais oficiais do prefeito. De acordo com a lei, o chefe do Executivo precisa entregar esses relatórios ao Legislativo até 15 dias após cada viagem.

Ainda segundo o Ministério Público, não foi feita nenhuma publicação no Diário Oficial do Município de ato designando substituto legal para o exercício legal das funções de chefia do Executivo durante a viagem de Crivella à Europa desde o domingo de Carnaval.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber