Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Geral

Manifestantes pedem renúncia de Netanyahu por corrupção em Israel

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Cerca de 2.000 manifestantes protestaram em Tel Aviv nesta sexta-feira (16) contra o primeiro-ministro de Israel, Binyamin Netanyahu, 68, três dias depois que a polícia recomendar seu processamento por corrupção.

Há quase nove anos no cargo, o governante é acusado também de fraude e abuso de poder por receber presentes de empresários e de um acordo com um grupo de mídia para ter uma cobertura mais favorável de seu governo.

O grupo se reuniu em uma praça da maior cidade do país, com cartazes com mensagens como "Ladrões, vão para casa" e "Ministro do Crime [Crime Minister, em referência ao inglês Prime Minister, primeiro-ministro]".

O chefe de governo nega as acusações. Apesar do inquérito policial, caberá ao Ministério Público decidir se o caso vai à Justiça e Netanyahu só é obrigado a deixar o cargo se condenado pela Suprema Corte.

Por outro lado, um indiciamento pode levar à perda de apoio dos partidos de sua coalizão, levando à antecipação das eleições previstas para novembro de 2019. O primeiro-ministro também perdeu respaldo popular.

Pesquisa do canal Reshet Bet mostra que 49% dos entrevistados confiam mais na versão da polícia, enquanto 25% acreditam em Netanyahu. No mesmo grupo, 49% defendem a permanência no cargo e 43%, a renúncia.

Em meio à pressão interna, Netanyahu deverá ir aos EUA para visitar o presidente DonaldTrump em 5 de março, informou nesta sexta a Casa Branca.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber