Facebook Img Logo
Mais lidas
Geral

Após caso de sarampo, Roraima vacina venezuelanos em Boa Vista

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - As autoridades de Roraima iniciaram nesta quarta-feira (14) uma campanha de vacinação contra o sarampo depois que uma criança venezuelana que migrou para o Estado fronteiriço foi diagnosticada com a doença.

Segundo o governo estadual, cerca de 300 imigrantes abrigados no ginásio Tancredo Neves, na capital Boa Vista, onde estava o bebê, foram imunizados com a tríplice viral, que também protege contra rubéola e caxumba.

Os vacinados eram crianças de um a dois anos e adultos de 18 a 49 anos. A Secretaria Estadual de Saúde informou que tem um estoque de 17 mil doses e solicitou mais 20 mil ao governo federal caso a doença se alastrar.

O sarampo foi registrado no Brasil pela última vez em julho de 2015, segundo que o último caso em Roraima havia ocorrido seis meses antes. As autoridades locais, porém, se preocupam com um surto devido ao fluxo migratório.

Na Venezuela a doença tornou-se epidêmica em 2016, com a deterioração do sistema de saúde provocada pela crise econômica e o desabastecimento. Com isso, voltaram outras doenças raras ou erradicadas, como a difteria.

Roraima abriga cerca de 40 mil venezuelanos. A vacinação dos imigrantes que chegam ao país foi um dos pedidos da governadora Suely Campos (PP) ao presidente Michel Temer, que decretará emergência social no Estado.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber