Mais lidas
Geral

Temporal alaga ruas e derruba árvores na cidade do Rio

.

MARTHA ALVES

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um temporal acompanhado de fortes ventos provocou alagamentos e quedas de árvores na cidade do Rio de Janeiro, entre a noite de quarta (14) e a madrugada desta quinta-feira (15). Não há informações de vítimas e desabrigados.

As zonas norte e oeste foram as mais afetadas pelo temporal. Em apenas uma hora, a estação Barra/Rio Centro registrou 123,2 mm de volume de chuva, o equivalente a 119% do esperado para todo o mês de fevereiro, segundo o COR (Centro de Operações Rio).

Na madrugada, a cidade chegou a ficar aproximadamente cinco horas em estado de crise -o terceiro nível em escala de três-para alagamentos e deslizamentos. Por volta das 5h30,  ela voltou ao estágio de atenção.

Cerca de 20 árvores, quatro delas de grande porte, caíram em diversas regiões da cidade. No centro, uma árvore de grande porte caiu sobre um táxi na avenida Gomes Freire, no bairro da Lapa. Ninguém ficou ferido.

Por volta das 3h, tinham sido registrados ao menos 12 pontos de alagamentos em várias regiões. Bolsões de água se formaram na praça da Bandeira e na região da Barra da Tijuca, prejudicando o trânsito. Também houve trechos de alagamentos intransitáveis no mergulhão Billy Blanco, na avenida Maracanã e na Linha Amarela.

Por segurança, foram acionadas as sirenes de 76 comunidades nas regiões de Jacarepaguá, Grande Tijuca e zona norte da cidade. Os moradores também foram orientados por agentes comunitários e da Defesa Civil a se dirigirem a pontos de apoio.

A previsão do tempo para as próximas horas é de pancadas de chuvas isoladas de intensidade fraca a moderada, de acordo com o Alerta Rio.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber