Mais lidas
Geral

Após blocos, prefeitura de SP decide manter 23 de Maio fechada na madrugada

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após um dia de megablocos e muitos foliões, a avenida 23 de Maio, na região central de São Paulo, continuará fechada na madrugada desta segunda-feira (12), segundo informou a gestão João Doria (PSDB), na noite deste domingo (11).

O projeto inicial da prefeitura era abrir a avenida para carros às 22h e voltar a fechá-la às 6h de segunda. Segundo a prefeitura, com a via bloqueada, serão feitas ações de zeladoria para o segundo dia de megablocos na via. Desvios foram montados e linhas de ônibus alteradas por conta da mudança.

Esse é o primeiro Carnaval em que a avenida está recebendo desfiles de rua, como uma espécie de teste. A ideia é restringir a festa em outras áreas da cidade, como Vila Madalena e centro, e criar em São Paulo um circuito comercial de Carnaval nos moldes da folia em Salvador, com a comercialização de abadas e camarotes.

"Se funcionar bem, tivermos mais créditos do que débitos, a via será incorporada ao Carnaval definitivamente", afirmou o prefeito na noite de sábado (10), horas antes de a 23 ser interditada para a passagem dos blocos.

O primeiro deles, Domingo Ela Não Vai, abriu a festa às 11h com axé, e foi seguido por funk e música dos anos 90, entre outros ritmos, com os blocos Sunday Jr./Vou de Táxi, Desmanche e Chá Rouge.

De um lado da pista, passavam os trios. De outro, um corredor gourmet tinha barracas que ofereciam de churrasco grego a churros de cheesecake, passando por sorvete e cerveja artesanais.

Foliões reclamaram de dificuldade para se deslocar ao longo da via, o trajeto de ambulâncias chegou a ser bloqueado pela multidão, e houve gargalos na dispersão, que começou pouco depois das 21h, quando caminhões da prefeitura já iniciavam os trabalhos de limpeza do outro lado da avenida, na altura do viaduto Santa Generosa.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber