Mais lidas
Geral

Vila Madalena, em SP, reúne menos foliões do que em outros Carnavais

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - No meio da tarde deste domingo (11), o clima ainda era calmo na Vila Madalena, na zona oeste de São Paulo, que segundo moradores e comerciantes locais reúne neste ano menos foliões do que em outros Carnavais.

Os bloqueios que isolam o miolo do bairro já estão montados, embora os seguranças ainda não barrem pedestres. A única restrição é feita a quem quer entrar com garrafas de vidro ou caixas de isopor com bebidas e gelo.

Matheus Delgado, 19, veio de Barueri para aproveitar o Carnaval no bairro e se irritou com os seguranças que o fizeram retirar todo o conteúdo de sua bolsa térmica para provar que não tinha garrafas de vidro. "Esse bloqueio aí está errado. Não tem lei que diga que eles podem fechar a rua", reclamou.

Organizadores da festa dizem que os bloqueios foram feitos pela Prefeitura e pela Polícia Militar.

Dentro do perímetro bloqueado, a moradora e dona de uma quitanda na rua Fradique Coutinho diz que o Carnaval neste ano está bem mais calmo do que nos anos anteriores. Para ela, o principal fator foi a ida dos foliões para o largo da Batata, também na zona oeste da capital paulista. "Está todo mundo indo para lá. O problema é que os bares daqui sentem a movimentação menor", diz ela, que fornece frutas usadas para caipirinhas nos bares do bairro. Ela estima que a venda de frutas caiu 50% em relação ao ano passado.

O ambulante Amarildo Silva, 36, chegou com um carro cheio de gelo, cerveja e catuaba na Vila. Mas diante do movimento fraco, disse que iria para o largo da Batata. "Acho que até a noite o público aumente por aqui [na Vila Madalena]", diz.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber