Facebook Img Logo
Mais lidas
Geral

Trump nega divulgação de relatório democrata sobre FBI e Rússia

.

ESTELITA HASS CARAZZAI

WASHINGTON, EUA (FOLHAPRESS) - Em novo desdobramento da queda de braço entre o presidente Donald Trump e o FBI, a Casa Branca negou nesta sexta (9) a divulgação de um relatório da Comissão de Inteligência da Câmara redigido por democratas, que fazia considerações sobre a investigação da influência russa nas eleições americanas de 2016.

O documento é uma espécie de resposta democrata ao memorando divulgado na semana passada, redigido por republicanos, que colocou em xeque o inquérito do FBI e levantou suspeitas de viés político.

Trump é um crítico da investigação, que afirma ser uma caça às bruxas, e afirma que o caso está sendo politizado pelo Departamento de Justiça. O inquérito vem se aproximando do Salão Oval, e já apontou contatos entre membros da campanha republicana e agentes russos.

A Casa Branca argumentou que a divulgação do relatório democrata, que está sob sigilo, levantaria preocupações quanto à segurança nacional e ao cumprimento da lei em especial diante de passagens confidenciais e especialmente sensíveis.

O ofício desta sexta (9) contém uma carta assinada pelo atual diretor do FBI, Christopher Wray, e pelo subsecretário de Justiça, Rod Rosenstein, que afirmam que trechos do memorando violam a proteção de fontes e métodos de inteligência e comprometem investigações em andamento.

Na carta, assinada pelo advogado da Casa Branca Donald McGahn, o governo afirmou, porém, que Trump está inclinado a divulgar o memorando, em nome do interesse público.

Para tanto, recomenda que a Câmara revise o relatório, a fim de eliminar trechos críticos. A administração oferece aos deputados a assistência de integrantes do Departamento de Justiça para a tarefa, e afirma que o presidente encoraja o esforço sugerindo que, seguidas as instruções, o documento seria enfim divulgado.

ATO POLÍTICO

A deputada Nancy Pelosi, líder dos democratas na Câmara, criticou a decisão da Casa Branca.

Isso confirma o que já sabemos há semanas: que a decisão de divulgar o memorando republicano [da semana passada] era um ato político descarado, sem preocupação com a segurança nacional, afirmou. A hipocrisia está exposta.

No caso do documento elaborado pelos republicanos, o governo considerou que havia significativo interesse público na divulgação. A decisão, na época, foi precedida da campanha #DivulguemOMemorando, encampada por republicanos e apoiadores de Trump, e celebrada pessoalmente pelo presidente.

A Casa Branca informou que a decisão desta sexta (9) segue recomendação do próprio Departamento de Justiça, e que está disposta a divulgar o memorando democrata tão logo as sugestões sejam acolhidas.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber