Mais lidas
Geral

Após caso Weinstein, ex-agente da atriz Rose McGowan se suicida

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A empresária americana Jill Messick, ex-agente da atriz Rose McGowan, se suicidou. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (8) pela impressa americana.

Messick, que tinha 50 anos e deixa dois filhos, era a responsável pela carreira de McGwan em 1997, quando a atriz diz ter sido estuprada por Harvey Weinstein, produtor de cinema acusado de ter cometido abuso sexual contra dezenas mulheres durante o período em que era uma figura central em Hollywood.

Messick sofria de depressão e teria se sentido "vitimizada" pelas críticas de que não teria ajudado a atriz na época do abuso. McGowan disse ao jornal "The New York Times" que Messick foi a responsável por arranjar o encontro com Weinstein no quarto de hotel em que sofreu abuso.

Segundo nota divulgada pela família, divulgada pela agência de notícias AFP, "a informação se disseminou e gerou informações falsas sobre Jill como pessoa, que ela não podia nem desejava combater".

Messick também era produtora e trabalhou em filmes como "Ela é Demais", "Meninas Malvadas", "Frida" e "Gênios do Crime".

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber