Facebook Img Logo
Mais lidas
Geral

'Meu bloco tem amigos, não coleciono celebridades', diz Preta Gil

.

MÁRCIA SOMAN

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Preta Gil comanda no próximo domingo (4), pelo nono ano consecutivo, o Bloco da Preta nas ruas do Rio de Janeiro. Além da capital fluminense, a cantora também comandará o Camarote Expresso 2222, criado por seu pai, Gilberto Gil, em Salvador, a partir de quinta (8).

Conhecida por organizar um dos trios que mais atraem foliões famosos na capital carioca, Preta descreve todos como amigos e diz não colecionar celebridades. "Meu bloco tem amigos, não coleciono celebridades. Não tem ninguém em cima do trio que eu não ame", afirma a cantora, que costuma dividir todos os anos o carro elétrico com as atrizes Carolina Dieckmann, Fernanda Paes Leme, Letícia Lima e o maquiador Fernando Torquato, entre outros.

"No trio, tem os [convidados] já clássicos como esses e outros, mas sempre cabe mais um. Quem for atrás do Bloco da Preta deve saber que muitos aparecem no dia ou me ligam na véspera. A surpresa é parte do show", diz Preta, sem querer revelar a lista dos foliões VIPs desse ano.

Além das celebridades, a cantora deve colocar nas ruas do centro do Rio cerca de 500 mil pessoas, segundo estimativas da Riotur (Empresa de Turismo do Rio de Janeiro), mesmo número do desfile do ano passado.

A concentração será às 8h do domingo na avenida Presidente Antonio Carlos, em frente ao Menezes Cortes. O desfile começa às 10h e vai até às 14h. Nas quatro horas de cantoria, Preta pretende incluir seu repertório e também clássicos do Carnaval brasileiro. "'Não quero dinheiro' do Tim Maia não pode faltar, né?

Sempre canto."

A cantora carioca prefere não fazer apostas sobre qual será o hit desse ano —por enquanto, disputam o posto "Vai, Malandra", de Anitta, e "Que tiro foi esse?", de Jojo Todynho. "Não acho que exista mais um hit de Carnaval somente. O maior hit é o povo e ele sempre vai abraçar o que toca o coração e o faz esquecer dos problemas. O Carnaval tem a força de colocar lado a lado uma marchinha do século passado, o funk, o pop, o samba."

Preta, contudo, lançou na última segunda (29) seu candidato ao posto com o clipe da música "Cheia de Desejo", parte de seu mais recente trabalho "Todas as Cores". "A música tem, sim, uma pegada carnavalesca de certa forma, uma temática festiva, mas é um clipe atemporal. Ficou lindo e com a cara do Brasil", conta a cantora.

"Todas as Cores" será também a inspiração para a fantasia de Preta, que, em nome de mais uma surpresa para os foliões, não revela mais detalhes.

Já os preparativos para a maratona carnavalesca não são segredo. "Eu me preparo psicologicamente o ano inteirinho. Canto por toda parte boa parte das músicas que interpreto no Carnaval. Conto os dias e claro, cuido da saúde, da voz e da alma."

Para os foliões paulistanos, Preta diz ter um sonho antigo de trazer o bloco à cidade, que por enquanto recebe apenas ensaios do trio em casas de show —o último foi na quarta passada (24). "Se um dia formos para as ruas, o público paulistano estará afiado. Muita gente da cidade já está comigo no bloco no Rio e Salvador."

MISTURA DE SABORES

Neste ano, o tema do bloco da cantora será Carnaval da Conexão. "Sou filha da Tropicália e da Geleia Geral", diz Preta, em referência à canção de seu pai, Gilberto Gil. "Acredito em um mundo sem as fronteiras do preconceito. Gosto de unir gente que pode pensar diferente, mas que quer ser feliz na paz e na união. O Brasil é um país plural e o Carnaval é a melhor época para integrar", descreve.

A democratização do Carnaval, aliás, é o que ela considera a principal mudança nos desfiles de rua desde que criou o Bloco da Preta, em 2010. "Eu me orgulho de ter feito o Bloco da Preta ser um símbolo da mistura, da diversidade. Tentei levar ao Rio o que via no Carnaval de Salvador com os trios sem cordas. Eu amo essa conexão, fazer essa ponte, misturar os sabores."

Preta assume neste ano o comando do Camarote Expresso 2222, um dos blocos mais tradicionais de Salvador, administrado desde 1999 por Flora e Gilberto Gil. Sob sua direção, o espaço ganhará um camarote VIP entre sexta e terça de Carnaval, aberto das 15h às 3h. Os ingressos estão à venda a partir de R$ 1.200 por dia.

"É justamente a vontade de conectar diferentes turmas, apresentar quem não se conhece que me fez criar essa possibilidade. Muita gente tinha a vontade de frequentar o Expresso 2222 e resolvemos criar essa oportunidade. Eu gosto de novidades e neste Carnaval estou potencializando essa minha vontade, explica a cantora."

A entrada inclui a Blacktape, uma festa pós-trio que terá a presença de convidados como Pabllo Vittar, que canta na sexta-feira (9).




O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber