Mais lidas
Geral

Isis Valverde diz que sua fantasia para Baile do Copa é inspirada na mulher empoderada

.

CRIS VERONEZ

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A fantasia que Isis Valverde escolheu para brilhar no tradicional Baile do Copa, festa de Carnaval promovida anualmente no hotel Copabacana Palace, no Rio de Janeiro (RJ), vai homenagear a "mulher empoderada dos tempos atuais". 

"Minha fantasia foi feita por um estilista conhecido. Imaginamos uma cigana mais moderna, do nosso tempo, mais forte, do nosso empoderamento feminino. É uma mulher forte, com cores diferentes das básicas que estamos acostumados", disse a atriz durante encontro com jornalistas para falar sobre o evento, nesta quinta (1º).

"Me inspirei nessa mulher que graças a Deus acordou. Acho que cansamos de carregar aquela 'cruz'."  

Com ingressos custando a partir de R$ 2.675,00, a festa, que acontece no sábado de Carnaval, dia 10 de fevereiro, é inspirada no tema "Gipsy Folie" ("Folia Cigana", em tradução livre"). 

Isis, que diz ter achado "muito interessante" o tema da festa, já que, quando criança, uma de suas principais fantasias era de cigana. "Minha mãe falava: 'minha filha, seja outra coisa'. Eu adorava a saia, os pindurucalhos. Eu achava aquilo muito forte."

Rainha do evento, a intérprete da espevitada Ritinha de "A Força do Querer", trama da Globo que acabou em outubro de 2017, revela não ter lá muito samba no pé, mas que "dá o seu recado". 

"Já tive aula de samba. Também dancei balé clássico por muitos anos. Carimbó também é bem intenso. Dança é uma coisa que sempre fez parte da minha vida. Amo dançar. Quem dança seus males espanta. Quando eu me jogo na dança, fico de alma lavada. Parece que tomei um banho de sal grosso."

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber