Facebook Img Logo
Mais lidas
Geral

Tribunal anula suspensão de 28 atletas russos por doping

.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A CAS (Corte Arbitral do Esporte) revogou as punições de 28 atletas russos que tinham sido impedidos pelo resto da vida de disputar Jogos Olímpicos por violações de doping na Olimpíada de Inverno de Sochi, em 2014.

Os atletas estavam entre 43 desclassificados de seus eventos, banidos de participar em Olimpíadas futuras e, em alguns casos, tiveram suas medalhas retiradas após investigação do COI (Comitê Olímpico Internacional) de amplo uso de doping em Sochi.

Deste, 39 atletas entraram com recurso no CAS e 28 foram aceitos. Segundo a entidade, nesses casos não há evidência suficiente para provar o doping e, por esse motivo, esses atletas tiveram a punição perpétua revogada. Os outros 11 não tiveram o recurso aceito porque as provas estabelecem a violação.

O COI baniu a Rússia dos Jogos de Inverno de PyeongChang, no mês que vem, como resultado de sua "manipulação sistemática sem precedentes" do sistema antidoping. No entanto, atletas individuais russos poderão competir como neutros caso provem suas credenciais antidoping.

Por meio de nota oficial emitida nesta quinta-feira (1º), o COI se disse satisfeito pela existência de mais uma evidência de manipulação de exames antidoping nos Jogos de 2014. Por outro, lamentou possíveis consequências da decisão do CAS sobre a causa.

"Isso pode ter um impacto sério na luta futura contra o doping. Portanto, o COI vai analisar as decisões fundamentadas com muito cuidado assim que elas estiverem disponíveis e considerar consequências, incluindo apelar no Tribunal Federal da Suíça", diz o comunicado emitido pelo comitê.

Dentre os atletas banidos estão os que competem em patinação de velocidade, bobsleigh, skeleton, esqui cross-country, hóquei no gelo, luge e biatlo. Questionado pela imprensa local a respeito da decisão do CAS, Dmitry Peskov, porta-voz do governo russo, se limitou a dizer que as autoridades estão felizes por seus atletas.

O COI esclareceu também que a decisão do COI "não significa que este grupo de desportistas seja convidado aos Jogos de PyeongChang".

"Não estar sancionado não dá automaticamente o privilégio de um convite. Neste contexto, não quer dizer que esses 28 atletas tenham sido declarados inocentes", anunciou o COI em um comunicado após a decisão da CAS.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber