Mais lidas
Geral

Abstenção no Encceja 2017 passa de 50%, informa Inep

.

Abstenção no Encceja 2017 passa de 50%, informa Inep - Foto -Reprodução;Imagem ilustrativa
Abstenção no Encceja 2017 passa de 50%, informa Inep - Foto -Reprodução;Imagem ilustrativa

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) informou hoje (21) que, dos 1.575.561 inscritos no Encceja (Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos) deste ano, 481.887 (40,3%) compareceram às provas no período matutino, e 534.447 (43,1%) no período vespertino. As informações são da Agência Brasil.

De acordo com o Inep, a abstenção, superior a 50%, é similar às edições de 2010, 2013 e 2014, quando o exame certificou apenas o ensino fundamental. Segundo o instituto, essa alta taxa pode estar relacionada ao fato de o Encceja ser tradicionalmente um exame gratuito. “Pretendemos avaliar com o Ministério da Educação alternativas para aumentar a presença dos inscritos, garantindo essa política pública de conclusão de etapas escolares para aqueles que não concluíram a escolaridade na idade certa”, afirmou Maria Inês Fini, presidente do Inep.

Os participantes do exame para residentes no Brasil terão acesso aos gabaritos e aos cadernos de questões até 1º de dezembro. As provas foram aplicadas domingo (19).

Conforme o balanço do instituto, apenas 21 pessoas foram eliminadas, por descumprimento das regras do edital. Foram registradas somente sete ocorrências e nenhuma delas inviabilizou a aplicação das provas.

Excepcionalmente foram aplicadas provas do Encceja para brasileiros residentes em Miami e que não puderam fazer o exame em 10 de setembro, mesma data em que foi aplicado em outras cidades dos Estados Unidos e em mais nove países. Por causa de acontecimentos climáticos ocorridos naquela data na Flórida, com a passagem do Furacão Irma, a prova precisou ser adiada para garantir a logística e a segurança dos participantes.

Nos dias 19 e 20 de dezembro o Inep aplicará o exame para adultos submetidos a penas privativas de liberdade e adolescentes sob medidas socioeducativas que incluam privação de liberdade no Brasil, concluindo as quatro aplicações deste ano.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber