Mais lidas
Geral

tirador usou mecanismo para arma disparar mais rápido, confirma polícia

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A polícia de Las Vegas anunciou nesta terça-feira (3) que pelo menos uma arma usada pelo atirador Stephen Paddock no massacre de domingo (1º) na cidade tinha um mecanismo que permite o disparo mais rápido de tiros.

Em entrevista coletiva, o xerife da polícia local, Joe Lombardo, confirmou as suspeitas de que Paddock usou pelo menos um desses mecanismos durante o massacre.

Ele não deu mais detalhes sobre a informação. O massacre foi o maior da história recente americana, com 59 mortos e mais de 500 feridos.

Com o aparelho, conhecido como "bump stock", uma arma semi-automática ganha características de uma automática.

Em automáticas, a arma dispara em sequência enquanto o gatilho está pressionado --o que permite dar uma maior quantidade de tiros por segundo. Já em semi-automáticas, é necessário apertar o gatilho para cada tiro.

Por isso, a venda e o uso de armas automáticas são restritos nos Estados Unidos, mas o uso do "bump stock" é permitido.

Lombardo disse que Paddock atirou por cerca de 9 minutos de modo quase ininterrupto contra a multidão.

CÂMERAS

Na coletiva, Lombardo disse ainda que o atirador colocou câmeras em volta de seu quarto no hotel. Segundo o policial, isso demonstra que o ataque foi premeditado.

"O atirador avaliou tudo que fez, o que é assustador", disse ele.

Lombardo também ainda disse que a polícia investiga uma remessa de US$ 100 (R$ 314 mil) que Paddock enviou para as Filipinas dias antes do massacre.

Marilou Danley, namorada do atirador, é filipina e está atualmente no país, para onde viajou no dia 25 de setembro, três dias antes de Paddock se hospedar no hotel em Las Vegas.

A polícia disse estar em contato com ela, que vem cooperando com as investigações.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber