Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Geral

EUA ordenarão que diplomatas cubanos deixem o país

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governo Trump irá ordenar que cerca de dois terços do pessoal diplomático de Cuba deixe os Estados Unidos. A medida é vista como uma resposta aos misteriosos "ataques" sofridos por diplomatas americanos em Havana, com os quais Cuba nega qualquer envolvimento.

O anúncio da redução do corpo diplomático cubano deverá ser feito nesta terça-feira (3).

Dois diplomatas cubanos já haviam sido expulsos pelo governo americano em maio deste ano, mas a informação só foi confirmada em agosto.

No último dia 29, os Estados Unidos retiraram a maior parte de seus funcionários de sua embaixada em Havana depois que possíveis ataques sônicos feriram 21 americanos associados com a representação diplomática.

Os funcionários atingidos apresentaram, nos últimos meses, sintomas como perda de audição permanente, lesão cerebral leve, perda de equilíbrio, fortes dores de cabeça e inchaço do cérebro, segundo a Associação Americana de Serviço no Exterior.

Além da retirada de membros da equipe americana com funções "não essenciais" e suas famílias, Washington anunciou na última sexta (29) que a emissão de vistos para cidadãos cubanos seria suspensa. A representação americana passaria a emitir apenas vistos de emergência para americanos.

A embaixada dos Estados Unidos em Havana reabriu suas portas em 2015, sob a administração do presidente democrata Barack Obama, após meio século de ruptura nas relações diplomáticas. A aproximação entre os dois países foi alvo de críticas de Trump durante a campanha presidencial.

O Secretário de Estado, Rex Tillerson, afirmou no dia 17 de setembro os Estados Unidos estavam avaliando o possível fechamento da embaixada.

Washington não têm certeza do real envolvimento nos ataques do governo cubano, que nega ter qualquer responsabilidade. Funcionários do governo americano consideram que um terceiro país, como a Rússia, poderia ser o responsável.

Vários parlamentares americanos de origem cubana, incluindo o senador Marco Rubio e a deputada Ileana Ros-Lehtinen, pediram uma expulsão dos diplomatas cubanos em retaliação por Havana ter falhado em investigar a origem dos ataques.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber