Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Geral

Não há nada de ilegal ou obscuro, afirma advogado

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O advogado Mauricio Keller, que assumiu a defesa de Marcelinho Carioca, disse que o resort em Atibaia não pertence ao ex-atleta, mas, sim, à família dele por meio de uma offshore "familiar".

Ele alega ainda que o ex-atleta do Corinthians empresta o uso de sua imagem para a promoção do local -e, por isso, Marcelinho até diz ser dono daquele hotel.

"Esse imóvel é da família do Marcelo muito antes de esse processo [de execução] ser iniciado. Então, não há nada de obscuro, nada de ilegal, nada de ocultação."

Ainda segundo o defensor, o representante dessa "offshore" no Brasil é hoje Márcio Pereira Surcin --irmão do ídolo do Corinthians.

Keller não soube, porém, informar quais recursos ele usou para essa aquisição.

"Provavelmente, com ajuda do Marcelo, e de outros. Mas, até aí, peço mais desculpa, deveria ser um caso para Receita Federal", respondeu, ao ser questionado pela reportagem.

O advogado disse, ainda, que Marcelinho tem um imóvel de alto valor em São Paulo que pode ser utilizado para pagar a dívida, embora ele também já esteja penhorado em razão de dívidas de IPTU e condomínio.

Keller assumiu a defesa de Marcelinho no lugar de Cláudia Cristiane Ferreira Castro, que diz ter deixado o cliente em razão de calote. "Além de não me pagar os honorários, ele ainda me deixou uma dívida de quase R$ 200 mil nas costas."

Agora, a advogada que defendia Marcelinho afirma que o resort de Atibaia pertence a ele e que ela pode repetir isso na Justiça.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Geral

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber