Mais lidas
Geral

Chuva com fortes ventos deixa um morto e causa estragos no RS

.

MARTHA ALVES

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Uma chuva acompanhada de fortes ventos deixou ao menos uma pessoa morta, cinco feridos e provocou quedas de árvores, postes e destelhamento de mais de 850 casas em ao menos 22 cidades do Rio Grande do Sul, neste domingo (1º).

O caso mais grave ocorreu na rodovia ERS-155, no km 28, na região de Ijui. Um motorista morreu após o carro ser atingido por uma árvore, por volta das 16h30, de acordo com a Defesa Civil.

Em Porto Alegre, cinco pessoas ficaram feridas levemente após a força do vento provocar o desabamento da estrutura do Circo da Rússia na região do bairro Praia de Belas, por volta das 19h. Elas foram levadas ao Hospital de Pronto-Socorro de Porto Alegre, de acordo com a Brigada Militar.

No mesmo horário, o Ginásio da Brigada Militar localizado na rua Felipe de Oliveira, no bairro Santa Cecília, teve parte do telhado arrancado pela força do vento. Não houve feridos.

Segundo a Prefeitura de Porto Alegre, também foram registradas ao menos 32 ocorrências com árvores e nove postes bloqueando vias, por volta das 20h. Os bairros mais atingidos pela chuva foram Glória, Tristeza e Ilhas com várias casas destelhadas.

Também foram registrados ao menos seis pontos de interdições na rodovia BR-290 devido a queda de árvores, na cidade de Cachoeira do Sul, por volta das 17h.

A PRE (Polícia Rodoviária Estadual) não soube informar o número de árvores, mas disse que caíram ao longo de 5 km de via. Por volta das 3h desta segunda-feira (2), a rodovia já tinha sido liberada.

Outras 50 árvores caíram na rodovia RS-536 na região de São Miguel das Missões, segundo a Defesa Civil. A cidade também ficou sem água e luz.

Mais de 850 casas foram destelhadas devido ao forte vendaval nas cidades de Santo Angelo, Soledade, Monte Negro, São Pedro da Serra, Venâncio Aires, Novo Hamburgo, Arroio do Meio, Harmonia, Ijui, Ernestina, Uruguaiana, Mato Queimado, Julio de Castilhos, Tupanciretã, Lajeado e Santo Ângelo.

Na cidade de Bagé, além o destelhamento de casas ao menos uma família ficou desalojada. Em Santa Cruz do Sul, foram registradas quedas de árvores e ao menos 85 residências foram atingidas pela chuva na área rural e urbana.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber