Mais lidas
Geral

Palestino mata três israelenses em ataque na Cisjordânia

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Três agentes de segurança israelenses foram mortos e um ficou gravemente ferido por um atirador palestino nesta terça-feira (26) na entrada no assentamento Har Adar, na Cisjordânia.

O agressor tinha 37 anos e estava armado com um revólver. Ele foi morto pela polícia após a ação.

O atirador se aproximou de uma das entradas do assentamento quando trabalhadores palestinos passavam pelos controles de segurança antes do início de suas atividades na colônia.

A atitude do palestino provocou suspeitas dos policiais e ele recebeu ordem para interromper sua caminhada, mas sacou uma pistola e abriu fogo.

O incidente foi incomum, uma vez que o agressor havia recebido uma permissão de trabalho israelense -um processo que implica verificação de segurança-, ao contrário da maioria dos palestinos envolvidos em atentados contra israelenses.

O palestino foi identificado pela polícia israelense como um habitante de Beit Surik, uma localidade próxima à colônia israelense.

Har Adar é uma colônia que tem quase 4.000 habitantes e fica na Cisjordânia, território palestino ocupado pelo exército israelense há 50 anos.

A colônia fica dentro do perímetro da barreira de segurança construída por Israel para evitar os ataques palestinos, mas que em vários trechos foi erguida em território da Cisjordânia.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber