Mais lidas
Geral

Assessores de Trump usaram e-mails privados para trabalho, diz 'NYT'

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Pelo menos seis membros e ex-membros da equipe do presidente dos EUA, Donald Trump, usaram contas de e-mail pessoais para assuntos de trabalho, informou nesta segunda-feira (25) o jornal "The New York Times".

Dentre eles, diz a publicação, estão o ex-estrategista-chefe Stephen Bannon, o ex-chefe de gabinete Reince Priebus e a filha mais velha do mandatário, Ivanka, e seu marido, Jared Kushner, ambos assessores da Casa Branca.

Membros do governo dizem que, através dos e-mails pessoais, os seis respondiam a pedidos de entrevistas feitos por jornalistas e outras mensagens relacionadas. Salvo Kushner, que tem domínio próprio hospedado no provedor GoDaddy, os demais usavam contas gratuitas.

O uso de contas privadas por integrantes do governo americano para assuntos de trabalho não é ilegal, desde que as mensagens delas enviadas sejam também encaminhadas para os servidores do governo para arquivamento.

O caso foi reconhecido pelo governo Trump após o Departamento de Justiça solicitar as mensagens dos assessores investigados pela suposta relação da equipe do republicano com pessoas próximas ao governo russo.

As acusações ocorrem depois de o republicano ter chegado, na campanha eleitoral, a pedir a prisão da adversária, Hillary Clinton, por receber e responder a mensagens de trabalho em uma conta de e-mail pessoal quando era secretária de Estado do governo Barack Obama (2009-2017).

O ato era usado como forma de descrédito e sua plateia costumava responder com pedidos de prisão. "Nós não podemos deixar que esse esquema criminoso chegue ao Salão Oval", disse Trump, no ano passado.

Trump chegou a pedir ao Departamento de Justiça para reabrir a investigação assim que assumiu, mesmo depois de o FBI não encontrar provas de que ela tenha cometido um crime.

Os casos, porém, se diferenciam pela frequência: a democrata usava a conta pessoal para todas as comunicações, e muitas delas não eram encaminhadas -no caso dos assessores de Trump, o uso era esporádico.

A porta-voz da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, disse nesta segunda-feira (25) que todos os integrantes do governo foram orientados a usar as contas oficiais.

"Eles ainda foram orientados a encaminhar todas as mensagens relacionadas a trabalho recebidas em contas pessoais para as contas oficiais do governo."

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber