Mais lidas
Geral

Meirelles diz que há relação entre violência e crise econômica no Rio

.

ISABEL FLECK, ENVIADA ESPECIAL

NOVA YORK, EUA (FOLHAPRESS) - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse, nesta sexta (22), em Nova York, que há uma relação entre a violência no Rio e a crise econômica no Estado. Nesta sexta, após uma manhã de intensos tiroteios, o governo federal destacou 950 soldados das Forças Armadas para atuar na favela da Rocinha, a pedido do governo do Rio.

"Eu acredito que as duas coisas [violência e crise econômica] interagem", disse Meirelles. "Nós temos questões econômicas, sofremos a recessão mais profunda e longa da história, mas já estamos saindo. Depois, há o efeito disso no emprego: na medida em que aumenta o desemprego, você aumenta a possibilidade de problemas sociais."

O ministro reconheceu que a recuperação econômica "tem variações regionais importantes, de defasagem", como no caso do Rio. "[O Rio] é uma situação mais aguda, mais problemática e com problemas específicos que a tornam mais dramática", disse.

Segundo o titular da Fazenda, a situação do Rio "tem que ser endereçada de forma específica", e por isso a presença das forças de segurança federais e do Exército "é importante". Para ele, a recuperação da economia do Rio de Janeiro precisará de mais tempo. "Isso é um processo que acontecendo ao longo de muito tempo e agora começa a melhorar, mas não é do dia para a noite", afirmou.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber