Mais lidas
Geral

ARTE - Títulos internacionais que também estarão na Mostra

.

RADIANCE

Em longa que concorreu à Palma de Ouro em Cannes, a diretora japonesa Naomi Kawase trata do tema da cegueira, sob o ponto de vista de um premiado fotógrafo que está perdendo a visão, e de seu envolvimento com uma tradutora de filmes para deficientes visuais.

FELICITÉ

Vencedor do Grande Prêmio do Júri no último Festival de Berlim, o longa de Alain Gomis retrata as agruras da personagem-título, uma mãe congolesa que vaga pelas paupérrimas ruas de Kinshasa para ajudar o filho, que sofreu um acidente de motocicleta.

TRÊS ANÚNCIOS PARA UM CRIME

Para se vingar da polícia, incapaz de solucionar o assassinato de sua filha, Mildred (Frances McDormand) passa a intimidar o xerife local com mensagens em outdoors. Foi o vencedor do prêmio do público no Festival de Toronto.

CUSTODY

Em sua incursão atrás das câmeras, o ator francês Xavier Legrand levou o prêmio de melhor diretor em Veneza por sua trama sobre um casal divorciado (Denis Ménochet e Léa Drucker) que entra em pé de guerra pela custódia do filho, vivido por Thomas Gioria.

SCARY MOTHER

Vencedor do prêmio de melhor filme no Festival de Locarno, o filme da diretora georgiana Ana Urushadze conta a história de uma dona de casa de meia-idade que abdica da própria família e chega à beira da insanidade ao se dedicar à verdadeira paixão, a escrita.

HAPPY END

Conhecido por filmes com toques perversos, o austríaco Michael Haneke volta aos temas da velhice e da morte, já tratados em 'Amor', seu filme anterior. Aqui, ele aborda a história de uma rica família francesa cujo patriarca (Jean-Louis Trintignant) ensaia o suicídio.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber