Mais lidas
Geral

Muito bom, filme 'Divórcio' faz piada sobre mundo 'breganejo'

.

SÓ PODE SER REPRODUZIDA NA ÍNTEGRA E COM ASSINATURA

CHICO FELITTI

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Esqueça as favelas do Rio ou as praias do Nordeste. Com "Divórcio", que estreia nesta quinta (21), está aberta a onda cinematográfica que explora o sertão rico do interior de São Paulo. O filme é uma "dramédia" (misto de drama com comédia, a última coqueluche da dramaturgia) sobre o casamento de Noeli e Julio.

O casal, interpretado por Camila Morgado e Murilo Benício, começa com um amor juvenil que a faz abandonar a fazenda rica da família para morar com um engenheiro roqueiro e pobre. Os dois pastam juntos, enriquecem com o suor da própria mulher, que inventa um molho de tomate delicioso, e, passadas duas décadas, tornam-se burgueses interioranos. A selvageria da paixão vira discussão por causa de controle remoto. E deságua no divórcio.

Aí a trama engata, mostrando as ofensivas dessa guerra que é desfazer uma casa. Advogados, aviões, sapatos de R$ 7.000 e prisões por falta de pensão entram numa toada alucinante -às vezes até alucinante demais,

O roteiro olha com ironia esperta o universo "breganejo", quase virgem no cinema nacional. As piadas vão desde a paixão de um homem por sua camionete importada, com quem quase dorme de conchinha, até a existência de um galante cantor sertanejo de nome Catanduva -corruptela de todos os Sorocabas da vida, que levam o apelido da cidade onde nasceram.

Benício se sai muito bem no papel de pamonha, um nicho em que ele vem se especializando também na TV. Faz rir de raiva. Já Morgado arrisca se despir da aura de elegância que envolveu a maioria dos papéis da sua carreira para dar vida a uma madame desajeitada. E colhe resultados, ainda que a caracterização às vezes soe forçada, como se os dois estivessem imitando o sotaque de Sabrina Sato, que, aliás, faz uma participação no longa.

Atenção para Luciana Paes, que brilha no papel da melhor amiga de Noeli. Desajeitada e constrangedora, é a rainha da ordenha de risadas.

"Divórcio" é um exemplo de que o país sabe, sim, fazer produtos tipo exportação.

DIVÓRCIO (muito bom)

DIREÇÃO Pedro Amorim

ELENCO Camila Morgado, Murilo Benício, Luciana Paes

PRODUÇÃO Brasil, 2017, 12 anos

AVALIAÇÃO muito bom

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber