Mais lidas
Geral

Assistente de produção da série 'Narcos' é assassinado no México

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Assistente de produção da série "Narcos", da Netflix, o mexicano Carlos Muñoz, 37, foi morto a tiros na segunda (11), no México, enquanto procurava novas locações para as gravações da quarta temporada do programa.

O corpo foi encontrado em seu carro em Temascalapa, na região rural do Estado que leva o mesmo nome do país. Muñoz já tinha trabalhado em produções como "Sicario", "Velozes e Furiosos" e "Apocalypto".

A Netflix se pronunciou sobre o caso. "Sabemos do falecimento de Carlos Muñoz Portal, um respeitado gerente de locações, e oferecemos nossas condolências a seus familiares", afirmou o serviço de vídeo sob demanda em um comunicado ao "El País". "Os fatos ainda são desconhecidos, e as autoridades continuam a investigar o que aconteceu." É esperado que a quarta temporada de "Narcos" aborde as origens do cartel mexicano Juarez. A primeira e a segunda se concentraram na ascensão e na caçada a Pablo Escobar, e a terceira, no Cartel de Cali.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber