Mais lidas
Geral

Doria promete enterrar fios em áreas centrais e eliminar 3 mil postes em SP

.

GIBA BERGAMIM JR.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), prometeu nesta terça-feira (29) retirar ao menos 3.000 postes das ruas com um projeto em parceria com a AES Eletropaulo por meio do enterramento de 66 km de fios da rede elétrica em 137 vias da cidade no decorrer do mandato (até 2020).

Parte do anúncio já havia sido antecipada pelo prefeito em sua página na redes sociais na semana retrasada.

Nesta terça, ele reuniu os secretários Bruno Covas (Prefeituras Regionais), Marcos Penido (Serviços e Obras), o presidente do grupo AES Brasil Julian Nebreda e da AES Eletropaulo, Charles Lenzi, para apresentar a segunda e a terceira fase da iniciativa ao custo total de R$ 56,9 milhões, que começará nos próximos dias. O investimento será das companhias de energia.

A primeira etapa, com as obras já em curso iniciadas, será realizada na região central, em bairros como Santa Cecília, Bom Retiro e Jardins. Serão 117 ruas que se livrarão do emaranhado de fios dos postes, conforme a promessa.

"É a primeira vez em 12 anos que a cidade tem um enterramento de fios de 52 km de uma só vez, que é o início da operação em sua fase 1", disse Doria. Ele se refere à ultima vez em que o enterramento foi feito, na rua Oscar Freire, quando foi eliminado um quilômetro de fios. Na primeira fase, o enterramento será de cabos de telecomunicação, ao custo de R$ 6 milhões.

Após uma apresentação que mostrou a simulação de uma das ruas envolvidas no projeto, Doria chamou de "depreciativa" a situação de fios que se entrelaçam em postes de energia. "Isso é uma imagem de primeiro mundo e isso é uma imagem de terceiro mundo", disse Doria, ao mostrar os dois exemplos.

A segunda fase será na Vila Olímpia, onde 13 vias em cerca de 10 quilômetros serão alteradas. Ali, as obras devem começar em setembro e terminam em julho de 2018, segundo a previsão das empresas.

Já a terceira fase ocorrerá na área do Mercadão, no centro, com previsão de início em janeiro do ano que vem. Serão sete vias no entorno no Parque Dom Pedro, onde 584 postes serão retirados, com 9 quilômetros de fios enterrados.

O presente da AES Brasil disse que haverá recorde de investimentos em aterramento de fios. A empresa não informou a totalidade de fios e postes na cidade. "Esse é um esforço grande para que investimentos na rede se convertam em qualidade de vida", disse Hebreda.

Doria disse que o projeto será ampliado em direção à periferia futuramente.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber