Mais lidas
Geral

Água rompe diques de proteção e causa novas retiradas no Texas

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - As chuvas causadas pela tempestade tropical Harvey fizeram a água transbordar as barreiras de proteção contra inundações próximas a cidade de Houston, no Texas, nesta terça-feira (29).

Até o momento, moradores de seis bairros da cidade e de um outro município na região foram ordenados a deixarem suas casas.

O caso mais grave ocorreu no condado no condado de Brazoria (a 80 quilômetros de Houston), onde um dique de contenção foi rompido pela água.

Com isso, as autoridades locais pediram que os moradores de Columbia Lakes deixem suas casas imediatamente e se refugiem em locais mais altos do município.

"Eles precisam sair. Devem ir para um ponto mais alto no [bairro de] Angleton", disse Matt Sebesta, um dos representantes do condado.

Além disso, a água também transbordou um reservatório em Houston e pode fazer o mesmo com um segundo em breve. Assim, a população que mora próxima aos reservatórios de Addicks e Barker teve que deixar suas casas.

Pelo menos seis bairros foram afetados.

Os dois reservatórios liberam água para o rio Buffalo Bayou, que passa pelo centro de Houston. Na segunda, ambos tinham sido abertos para uma saída controlada de água, uma tentativa de impedir que eles transbordassem.

De acordo com o jornal "The Washington Post", a altura da água em cada um dos reservatórios já ultrapassou os 30 metros.

"Isto é algo que nunca vimos antes. Temos muitas incertezas de como a água vai reagir", disse Jeff Linder, que atua no controle de água do condado de Harris, onde fica Houston.

Há 12 anos, o rompimento dos diques de proteção em Nova Orleans foram o principal problema após o furacão Katrina atingir a cidade.

Na ocasião, 1.833 pessoas morreram -40% delas afogadas- e cerca de 80% da cidade ficou debaixo de água.

ABRIGOS

Segundo o meteorologista John Nielsen-Gammon disse ao jornal "The Washington Post", caíram 129,7 centímetros de água em Houston entre sábado (26) e esta terça, o que faz do Harvey a maior chuva da história dos Estados Unidos continental -apenas o Havaí já teve tempestades maiores.

Com isso, o prefeito de Houston, Sylvester Turner, disse que a cidade deve abrir dois ou três novos abrigos para a população.

"Nós não vamos abandonar ninguém, mas isso significa que precisamos expandir nossa capacidade e nossa competência", disse ele.

O principal abrigo da cidade, no centro de convenção George R. Brown, já tem 9.000 pessoas, o dobro da capacidade, disse o prefeito.

Ainda não há informações sobre onde serão os novos abrigos. Pelo menos 17 mil pessoas já procuraram abrigos na cidade, de acordo com a Cruz Vermelha.

Além disso, cerca de 3.500 moradores já foram resgatadas pelas equipes de salvamento.

Apesar dos esforços, há confirmação oficial de sete mortes. E a polícia investiga pelo menos outros dois casos que podem ter vítimas fatais.

Um deles é a de uma família de seis pessoas, incluindo quatro crianças, que estariam em uma van arrastada pela correnteza.

Há ainda um policial que teria sido pego pelas águas quando estava dentro do carro se dirigindo ao trabalho.

Também nesta terça, o presidente americano, Donald Trump, visitou a região atingida e disse que a tempestade teve proporções épicas.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber