Mais lidas
Geral

Presidente Trump chega ao Texas após passagem da tempestade Harvey

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Presidente americano Donald Trump chegou na tarde desta terça (29) a Corpus Christi, no Texas, para acompanhar os esforços de resgate após a passagem da tempestade tropical Harvey, que deixou ao menos sete mortos no último final de semana.

A porta-voz da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, disse a repórteres que viajavam junto com Trump a bordo do avião presidencial que a visita tem como foco a coordenação entre os governos municipal, estadual e federal. O presidente também planeja lançar as bases para um provável longo processo de recuperação da região.

Em encontro com autoridades locais, Trump afirmou que a tempestade tinha sido de "proporções épicas".

"O presidente quer ser muito cauteloso e garantir que nenhuma atividade da visita atrapalhe os esforços de resgate que ainda estão em curso", Sanders afirmou.

Donald Trump, a primeira-dama, Melania, e alguns ministros foram recebidos no aeroporto pelo governador do Texas, Greg Abott.

"A recuperação será longa e dura, e o governo federal está pronto, disposto e apto a apoiar esse processo", Trump declarou na segunda-feira (29).

O presidente prometeu que o Congresso americano iria aprovar rapidamente um pacote de emergência para ajudar a região do Golfo do Texas. Ele também afirmou que retornaria ao Estado no final de semana e faria uma parada em Louisiana, Estado vizinho também afetado pela tempestade Harvey.

A cidade de Corpus Christi sofreu danos mínimos. Com cerca de 325 mil habitantes, o abastecimento de energia elétrica ocorre sem problemas na maior parte das áreas comerciais e restaurantes já estão abrindo suas portas. Os hotéis, quase lotados, abrigam parte das pessoas de áreas mais atingidas que foram evacuadas, inclusive da capital Houston.

Residentes foram aconselhados a ferver a água, uma vez que a as autoridades locais não garantem a qualidade do sistema de abastecimento, que pode ter sido afetado.

Desastres naturais têm sido desafiadores para presidentes americanos nos últimos anos.

Em 2005, o presidente George W. Bush foi criticado por sua reação fria ao furacão Katrina, que deixou milhares de mortos em cinco Estados.

Já o presidente Barack Obama acompanhou de perto os esforços de resgate em Nova Jersey após a passagem do furacão Sandy, na véspera das eleições de 2012. A aproximação ao governador de Nova Jersey, o republicano Chris Christie, teria ajudado para melhorar a imagem do presidente junto ao partido adversário.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber