Mais lidas
Geral

ATUALIZADA - Justiça manda dois suspeitos pelos ataques em Barcelona para a prisão

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Justiça espanhola decidiu que Mohamed Houli Chemlal e Driss Oukabir, suspeitos de terem participado do atentado terrorista que matou 13 pessoas em Barcelona, aguardarão seu julgamento na prisão, sem direito à fiança.

Já Mohammed Aallaa será solto, mas terá que comparecer semanalmente ao tribunal.

De acordo com a decisão, "os indícios sobre sua presumida colaboração com o grupo não são suficientemente sólidos". Ele é apontado como o dono do carro usado no atentado em Cambrils.

Outroo suspeito, Salh El Karib, ficará detido por três dias.

A procuradoria tinha pedido a prisão dos quatro sem direito à fiança. Eles são acusados de participarem de uma organização terrorista, de homicídio e de posse de explosivos.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber