Geral

Terremoto na China deixa ao menos 19 mortos, 247 feridos e turistas isolados

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um terremoto de magnitude 6,5 atingiu nesta terça (8) a remota e montanhosa província de Sichuan, no sudoeste da China, deixando ao menos 19 mortos, 247 feridos e cem turistas isolados, diz a agência oficial Xinhua.

A Comissão Nacional para a Redução de Desastres da China estima que o número de vítimas pode chegar a cem, com base em um censo de 2010 dessa região montanhosa e pouco povoada.

Mais de 130 mil casas podem ter sido danificadas, segundo um comunicado divulgado no site institucional da comissão, com base em uma análise preliminar do sismo.

O tremor atingiu uma área de população esparsa que fica 200 quilômetros a noroeste da cidade de Guangyuan, e teve profundidade de dez quilômetros.

As autoridades de Sichuan disse que o epicentro do tremor foi na prefeitura de Ngawa, povoada principalmente por tibetanos étnicos, muito dos quais são pastores nômades, mas também perto da reserva natural de Jiuzhaigou, um popular destino turístico.

O governo de Sichuan acrescentou que cem turistas foram atingidos por um deslizamento de terra, mas que não havia relatos de mortos ou feridos entre esse grupo de pessoas. Um porta-voz do governo de Sichuan afirmou que ainda não estava claro o que aconteceu com os turistas e se eles estariam soterrados ou apenas isolados.

O corpo de bombeiros de Sichuan afirmou que a recepção de um hotel desabou, soterrando algumas pessoas, mas que 2.800 pessoas já tinham sido retiradas com segurança da localidade.

A região tem alta atividade sísmica. Em 2008, um tremor matou 70 mil pessoas. Às 5h30 de quarta (20h30 de terça em Brasília) outro abalo, de magnitude 6,3, atingiu a província de Xinjiang.