Geral

Poupatempo da Luz deixa prédio da polícia em SP, que será reformado

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Poupamento Luz, que funciona em prédio da Polícia Civil no centro de São Paulo, terá nova casa ainda neste mês. Os serviços de documentação destinados ao cidadão serão transferidos para o Poupatempo da Sé.

A desativação de serviços no prédio redondo conhecido como "Garajão do Deic" tem início já nesta terça (8) e será gradativa até o dia 19, quando a migração deve ser concluída para o posto da Sé.

Segundo a Prodesp, órgão estadual responsável pelo serviço, a transferência é temporária, devido às reformas que devem ser feitas no edifício Garagem Alfredo Issa. O prédio, que pertence à Polícia Civil, guarda carros de diversos departamentos da corporação e sedia divisões do Deic como o Garra e o serviço aerotático.

Conforme a Polícia Civil, a tramitação para a licitação das obras no prédio está em fase final. O serviço do Poupatempo na Luz funciona desde 1998 -ele foi criado para atender à demanda da unidade da Sé, a primeira, de 1997. Em 18 anos, foram 8,7 milhões de atendimentos no local, segundo a Prodesp. A média é de 1.200 por dia.

O Poupatempo funciona hoje com 72 unidades fixas pelo Estado, além do atendimento virtual.

O edifício foi projetado em 1970 pelo arquiteto Benno Perelmutter e inaugurado em 1971. O prédio passará por obras de recuperação, e a remoção das grades do térreo impedirá a circulação de pessoas no piso. Não foi informado quando o órgão voltará a atender na Luz.