Mais lidas
Geral

Turista inglesa é baleada em favela em Angra dos Reis, no litoral do Rio

.

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Uma turista inglesa foi baleada na barriga após entrar na favela Água Santa, em Angra dos Reis, no litoral sul fluminense, no último domingo (6).

Ela estava em um carro com o marido e os três filhos. Segundo a Polícia Civil, eles foram abordados por criminosos, que os mandaram sair da comunidade e abriram fogo contra o carro.

A mulher foi levada ao hospital e passou por cirurgia. Segundo a polícia, ela passa bem.

A equipe da 166ª Delegacia de Polícia, em Angra dos Reis, busca imagens de câmeras da localidade para tentar identificar e prender os autores do crime.

O consulado britânico acompanha a investigação.

INSEGURANÇA

O Estado do Rio vive colapso de sua segurança que levou ao reforço de policiais da Força Nacional de Segurança e de militares das Forças Armadas.

O número de mortes violentas no primeiro semestre deste ano (3.457) cresceu 15% em relação ao mesmo período de 2016. Foi o pior primeiro semestre desde 2009 (3.893). A região onde essas mortes mais aumentaram foi a Baixada Fluminense (23%), conjunto de 13 municípios, com 3,7 milhões habitantes, na região metropolitana.

O governo federal criou um plano de segurança que deve consumir quase R$ 2 bilhões até o fim de 2018 para inibir a ocorrência de crimes.

De acordo com o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Sérgio Etchegoyen, R$ 700 milhões serão empenhados até o final deste ano. Mais R$1 bilhão pode entrar no orçamento do ano que vem.

Os recursos terão finalidades diversas: pagamentos de melhorias no equipamento da polícia local, programas sociais, custeio de ações de apreensão de drogas e armas nas fronteiras e em estradas, operações das Forças Armadas, da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Federal.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber