Geral

Caminhoneiro é libertado após ser feito refém por quase três horas no Rio

.

SÉRGIO RANGEL

RIO DE JENEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Depois de quase três horas de negociação, um criminoso se entregou no início da madrugada desta segunda (7) na avenida Brasil, na altura de Deodoro, na zona oeste do Rio. Ele fez um caminhoneiro refém por volta das 21h após uma tentativa frustrada de roubo de carga.

Uma das mais movimentadas da cidade, a via ficou interditada até o desfecho da operação, que foi comandada pelo Bope (Batalhão de Operações Especiais). Oficiais negociaram com o criminoso a rendição.

Segundo a Polícia Militar, o caminhoneiro, que transportava uma carga de comida congelada, foi libertado sem ferimento. Já o criminoso estava ferido e foi levado ao Hospital Albert Schweitzer, em Realengo, também na zona oeste. Não foi informada a lesão sofrida pelo assaltante.

Segundo a PM, o caminhão foi alvo de um roubo na rodovia Washington Luiz.

Neste sábado (5), tropas federais e policiais do Rio realizaram uma megaoperação em seis comunidades da cidade. A ação mobilizou quase cinco mil agentes de segurança.

No final, dois supostos criminosos e um policial morreram. A operação teve como objetivo combater o roubo de cargas e o tráfico de drogas na cidade.

Foram apreendidas três pistolas, duas granadas, quatro rádios, 21 carros e uma motocicleta e entorpecentes. Nenhum fuzil foi localizado.

De acordo com o ministro da Defesa, Raul Jungmann, a megaoperação teve um resultado "razoável".