Mais lidas
Geral

Número 2 na Venezuela diz que posto militar foi atacado por 'terroristas'

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Diosdado Cabello, o número dois do chavismo, informou neste domingo (6) que "terroristas" atacaram um instalação militar em Valencia, no norte da Venezuela, a 180 km de Caracas.

"Na madrugada, terroristas entraram no Forte Paramacay em Valencia, atacando nossa FANB (Força Armada Nacional Bolivariana). Vários terroristas foram presos", escreveu Cabello, em sua conta no Twitter

Vice-presidente do partido do governo de Nicolás Maduro e membro da Assembleia Constituinte, que no sábado (5) destituiu a procuradora-geral Luisa Ortega Diaz, Cabello afirmou que tropas foram mobilizadas após o ataque "para garantir a segurança".

Quem também se declarou foi o ministro da Defesa, general Vladimir López. "Eles não puderam com a FANB... Agora pretendem agredi-la com ataques terroristas. Não poderão!".

O incidente foi divulgado nas redes sociais, com um vídeo gravado supostamente por um destacamento militar de Valencia da 41[ Brigada Blindada, em um homem se apresenta como "capitão" e se declara em "rebeldia" contra o governo. Ao lado deste "capitão", 15 outros homens são visto com armas e camuflagem.

"Exigimos a formação imediata de uma governo de transição e eleições gerais livres", afirmou o rebelde.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber