Geral

Paraguai diz que Mercosul fará nova reunião sobre situação da Venezuela

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ministro das Relações Exteriores do Paraguai, Eladio Loizaga, afirmou à imprensa de seu país que está sendo programado para este fim de semana, no Brasil, uma reunião dos chanceleres do Mercosul para discutir as novas medidas a serem adotadas contra a Venezuela após a eleição Constituinte ocorrida no domingo (30).

"Está confirmadíssima a ruptura do sistema democrático venezuelano", disse Loizaga à rádio paraguaia ABC Cardinal. "Não podemos tomar uma postura meramente declarativa. Precisamos tomar uma decisão."

Uma das medidas possíveis, afirmou Loizaga é a suspensão dos direitos de participação do país caribenho dentro do bloco. "Ficarão sem participar até que se comprove que a democracia foi restituída".

Na opinião do chanceler paraguaio, a única saída para a Venezuela é buscar um diálogo verdadeiro e com vontade política para chegar à paz e estabelecer um novo calendário eleitoral.

Atualmente, o Brasil ocupa a presidência rotativa do Mercosul. Procurado, o Itamaraty diz que não confirma a reunião do final de semana.