Geral

Empresa responsável por votação acusa Venezuela de manipular Constituinte

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A empresa responsável pelo processo de votação da Assembleia Constituinte na Venezuela afirmou afirmou nesta quarta-feira (2) que o número sobre o comparecimento dos eleitores às urnas foi manipulado pelo governo.

"Sabemos, sem qualquer dúvida, que o [número] de participação na eleição da Assembleia Constituinte Nacional foi manipulado", disse o CEO da empresa Smartmatic, Antonio Mugica, em Londres.

De acordo com Mugica, a empresa estima que o governo venezuelano anunciou a participação de pelo menos um milhão a mais de eleitores.

Segundo com o órgão eleitoral venezuelano, mais de 8 milhões de venezuelanos votaram na eleição a Constituinte no domingo (30).