Mais lidas
Geral

Multidão impede que policiais levem produtos de ambulante em Paraty

.

SÓ PODE SER REPRODUZIDA COM ASSINATURA

FRANCESCA ANGIOLILLO E MAURÍCIO MEIRELES, ENVIADOS ESPECIAIS

PARATY, RJ (FOLHAPRESS) - Uma pequena multidão cercou dois guardas municipais de Paraty, na tarde deste sábado (29), em frente à Igreja do Rosário, e os expulsou. A dupla de policiais tentava apreender os produtos de um ambulante que vendia bijuterias no local.

As pessoas que passavam ficaram ao redor dos dois e começaram a gritar em coro: "Devolve! Devolve! Devolve!" e "Opressor! Opressor! Opressor!".

Passando pelo local, a advogada Ieda Maria Franco, 49, interveio e disse que ia acompanhar o rapaz até a delegacia.

Os dois guardas desistiram, então, de levá-lo e de apreender os produtos. Eles acertaram algumas pessoas com golpes de cassetete ao sair.

A enfermeira Laís Mariano, 31, e o operador de máquinas Hudson Torquato, 37, foram atingidos na mão e na barriga, respectivamente. Ela chorava bastante e planejava denunciá-los na delegacia.

"A gente estava passando quando começamos a ouvir os gritos. Fui falar pra ele deixar os produtos do rapaz e ele me marcou", disse Torquato.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber