Mais lidas
Geral

ATUALIZADA - Governo pede mais três meses de estado de emergência

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governo turco enviou nesta segunda (17) ao Parlamento um pedido para renovar o estado de emergência no país por mais três meses.

A medida foi imposta há quase um ano, na sequência do golpe militar fracassado que deixou cerca de 250 mortos.

A expectativa é que o pedido seja aprovado pelo Legislativo, no qual o governista AK tem uma confortável maioria.

O governo de Tayyip Erdogan diz que o estado de emergência é necessário para enfrentar desafios à segurança nacional e eliminar apoiadores do clérigo exilado nos EUA Fethullah Gulen, a quem o presidente acusa de ter organizado a tentativa de golpe. Gulen nega qualquer envolvimento.

Em discurso no Parlamento, o vice-premiê, Nurettin Canikli, disse que a medida de emergência ajudou a criar o ambiente legal necessário para acabar com a rede de apoiadores de Gulen no país.

"Todos aqueles no alto escalão do governo foram demitidos, mas ainda há pessoas escondidas", disse Canikli.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber