Mais lidas
Geral

Três ônibus são depredados na capital paulista

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Três ônibus foram vandalizados entre a noite de terça-feira (13) e a madrugada desta quarta (14) na capital paulista, segundo a Polícia Militar.

Para a PM, os casos não estão articulados e serão investigados pela Polícia Civil.

Os dois primeiros ataques foram registrados na noite desta terça, por volta das 20h36, na avenida Celso Garcia, no Brás (centro). Segundo testemunhas, um grupo invadiu os veículos e passou a depredar os ônibus com madeiras e pedras.

Todos os suspeitos fugiram em direção à comunidade Nelson Cruz. Ninguém foi preso até esta publicação e nenhum passageiro se feriu.

RETALIAÇÃO

Um terceiro ônibus ficou totalmente destruído na madrugada desta quarta, na rua Lótus Azul, na altura do número 998, em Cidade Ipava, na zona sul.

De acordo com a PM, o veículo foi atacado por volta da 1h desta quarta. Segundo relatou o motorista do ônibus à PM, os suspeitos obrigaram todos os passageiros a descer do veículo e atearam fogo.

As chamas se espalharam pela fiação da rua, que continuava interditada até o início da manhã desta quarta.

Ainda segundo a testemunha, os criminosos disseram que queimaram o ônibus, da empresa Expandir Transportes Urbanos, em retaliação à morte de um homem que acabou baleado quando tentava roubar um policial militar na noite do dia 10 de julho.

A tentativa de roubo contra o PM foi registrada na rua da Safra, na altura do número 310. O policial estava numa moto a caminho do trabalho e foi abordado por dois suspeitos, que também estavam numa motocicleta.

Armados com dois revólveres calibre 38, os criminosos exigiram que o militar entregasse a moto. O PM reagiu e atirou contra os ladrões. Um morreu no local e o segundo foi resgatado e levado para atendimento médico.

Também nenhum dos integrantes do grupo que incendiou o ônibus na madrugada desta quarta havia sido preso até a publicação deste texto.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber