Geral

ATUALIZADA - Crivella promete mais R$ 6,5 mi da iniciativa privada às escolas de samba

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O prefeito Marcelo Crivella (PRB) voltou a se reunir com representantes das escolas de samba do Rio nesta segunda-feira (10) e prometeu mais R$ 6,5 milhões às agremiações. Segundo ele, o valor virá do patrocínio da iniciativa privada.

Este é o segundo encontro da administração municipal com a Liesa (liga das escolas de samba do Rio) desde que Crivella decidiu reduzir pela metade o apoio financeiro dado às escolas. Em reação, as escolas chegaram a dizer que não desfilariam em 2018.

Os R$ 6,5 milhões prometidos pelo prefeito corresponderiam a R$ 500 mil a mais para cada escola após a redução da subvenção de R$ 2 milhões para R$ 1 milhão.

Crivella também voltou a dizer que vai repassar até novembro o total dos recursos destinados ao evento de 2018, o que é uma vantagem para as escolas, que costumam receber em fevereiro, já perto da data do desfile. A primeira parcela deve ser paga ainda neste mês.

"Estamos fazendo um esforço grande aqui para ajudar as escolas. Temos conversado com um monte de gente. Nós vamos conseguir esse patrocínio, podem confiar!", afirmou Crivella em nota divulgada pela prefeitura. "Estamos sem dinheiro, mas temos talento e criatividade. Nós temos que acreditar", completou.

A Liesa (Liga Independente das Escolas de Samba) foi procurada para comentar o anúncio do prefeito, mas informou que o presidente Jorge Castanheira estava em reunião. Um novo encontro entre prefeitura e a liga foi marcado para a próxima segunda-feira (17).

Também nesta segunda (10), a Riotur publicou no "Diário Oficial" a convocação dos interessados em apresentar propostas para aquisição de cotas de patrocínio voltadas à realização do Carnaval 2018. Ao todo, serão 13 cotas para eventos como o baile da Cinelândia, palcos e bailes populares, blocos de rua e a festa da Intendente Magalhães.