Mais lidas
Geral

Prefeitura fecha clube para gays

.

TATIANA CAVALCANTI

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Clube Alôca, na rua Frei Caneca, na Bela Vista (região central de São Paulo), conhecido por ser frequentado, em sua maioria, pelo público LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros), foi fechado e emparedado neste sábado (8), pela Prefeitura de São Paulo, sob gestão João Doria (PSDB).

Segundo a Prefeitura Regional Sé, a casa não tinha licença de funcionamento e ainda foi multada no valor de R$ 8.285,89. O prefeito regional da Sé, Eduardo Odloak, publicou um vídeo no Twitter sobre o caso. “Acabamos de interditar (e emparedar) uma conhecida boate da Frei Caneca, a ‘Alôca’. Ignoravam princípios mínimos de civilidade”.

A fiscalização aconteceu, segundo a prefeitura, devido ao grande número de reclamações de moradores. As ações de fiscalização são frequentes na região, diz nota, e já foram lacrados cinco locais na redondeza.

Em sua página do Facebook, Alôca, há 22 anos na Bela Vista, admite que foi interditada devido à documentação vencida. “Nossa equipe já está trabalhando para abrirmos na próxima semana adequadamente e darmos continuidade à nossa trajetória”. E segue: “As adversidades serão superadas e faremos uma grande festa. É chato ver Alôca lacrada. Mas para nós, o foco são vocês [público] que nos prestigiam”.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber